LOADING

Type to search

Swedish Hockey League

Ligas

Swedish Hockey League

Share

Esta semana a liga destaque será a “Swedish Hockey League” (SHL).

A liga teve início no ano de 1975, com 10 times, e era conhecida como “Swedish Elite League” ou “SEL”; já na temporada de 1987-88 a liga expandiu para 12 times. Em 2013 foi renomeada para “SHL”, como conhecemos atualmente, e no ano de 2014 houveram mudanças em seu formato. A partir da temporada de 2015-16 foram anunciados 14 times participantes da SHL.

Porém, muito antes disso os suecos já tinham hockey. Em 1920, o cineasta americano Raoul Le Mat introduziu o esporte no país e eles tinham poucas competições, que eram realizados como torneios independentes. Foi só em 1952-53 que o título de “campeão sueco” foi dado ao vencedor do campeonato de maior nível na época, que era conhecido como 1ª Divisão.

Desde a temporada de 1975-76, a inaugural da liga, o vencedor dos playoffs da SHL recebe o Le Mat Trophy, um troféu de prata que mede 52 cm de altura e pesa mais de 3 kg. Trata-se do troféu mais antigo disputado por atletas profissionais na Suécia. Ele leva este nome justamente em homenagem a Raoul Le Mat, um dos fundadores da modalidade no país.

O formato da competição hoje é bem parecido com a NHL. Na temporada regular, todos os times se enfrentam pelo menos uma vez, e cada equipe joga 52 partidas. Ao final dessa fase, os seis times melhor classificados garantem uma vaga nos playoffs, enquanto os 7º, 8º, 9º e 10º colocados disputam as últimas duas vagas na pós-temporada em séries “melhor de três”, numa etapa conhecida como play in. Nos playoffs, as oito melhores equipes disputam em séries “melhor de sete” pelo título.

Os dois últimos da tabela disputam a Kvalserien com os quatro primeiros da segunda divisão sueca do hockey, a HockeyAllsvenskan, por vagas na SHL da temporada seguinte. É uma espécie de repescagem para que as equipes da primeira divisão tenham a chance de evitar o rebaixamento, enquanto os melhores da segunda briguem por um lugar com a elite.

Tags:
Previous Article
Next Article

You Might also Like

2 Comments

  1. Pingback: 2019

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Next Up

%d blogueiros gostam disto: