LOADING

Type to search

“PLAY GLORIA!”

Curiosidades

“PLAY GLORIA!”

Share
St. Louis Blues comemoram a vitória da Stanley Cup

Curioso para saber como uma música dos anos 1980 se tornou o hino da campanha do St. Louis Blues pelo título inédito da Stanley Cup? O NHeLas te conta!

Quem é Gloria?

A canção foi originalmente lançada pelo cantor italiano Umberto Tozzi em 1979, escrita por ele em parceria com Giancarlo Bigazzi. A letra foi traduzida para o inglês por Jonathan King. Entretanto, o sucesso nos Estados Unidos só aconteceu com um cover feito por uma norte-americana em 1982. A cantora Laura Branigan foi posteriormente indicada ao Grammy pela performance, que passou 36 semanas na parada da Billboard.

Branigan tem uma conexão improvável com a NHL. Após o sucesso de “Gloria” e sua indicação ao Grammy, ela foi convidada para cantar o hino nacional dos EUA no All Star Game de 1983. Em 2019, contudo, a canção voltou à tona no mundo dos esportes, se tornando um hino improvável para a campanha vitoriosa dos Blues. Infelizmente, Branigan não pôde ver o revival do seu hit, pois faleceu em 2004 aos 52 anos, vítima de um aneurisma.

Como chegou aos jogadores de St. Louis?


Os jogadores do St. Louis no bar “The Jacks NYB“, na Filadélfia em 06 de janeiro de 2019

Em janeiro deste ano, enquanto estavam na Filadélfia para um jogo contra os Flyers, os jogadores Alexander Steen, Joel Edmundson, Robert Bortuzzo, Jaden Schwartz e Robby Fabbri foram a um bar para assistir ao jogo entre Philadelphia Eagles e Chicago Bears com amigos da cidade. Durante o intervalo, os locais pediam para o DJ tocar “Gloria”, e todos no estabelecimento dançavam e cantavam. Fascinados pelo efeito da canção, os jogadores dos Blues decidiram tocá-la também depois de suas vitórias.

Na noite seguinte, St. Louis venceu com uma shutout e “Gloria” virou um hino instantâneo. Até então, a canção escolhida era “Runaround Sue” de Dion, mas perdeu o lugar para “Gloria”. Nasceu aí o “Play Gloria”, que ecoou no vestiário durante a remontada dos Blues, que chegaram a estar em último lugar na Liga, até chegarem nas finais da Stanley Cup. O bar na Filadélfia, por sua vez, começou a receber os torcedores dos Blues para assistirem à campanha do seu time do coração. Isso porque todos estavam curiosos para visitarem o local onde o fenômeno “Gloria” começou.

O efeito Gloria

A vitória dos Blues foi, com razão, comemorada com muitas reproduções de “Gloria”. Separamos alguns vídeos para vocês, como Brett Hull cantando a canção no desfile e a atriz Jenna Fischer comemorando com um bolo temático. Além disso, tanto a torcida no Busch Stadium em St. Louis quanto as bandas Phish e Vampire Weekend também cantaram a música.

Brett Hull cantando Gloria durante o desfile em St. Louis, no sábado (15)
A atriz Jenna Fischer comemora (ao som de Glória) com um bolo temático
A torcida canta Gloria após o final do jogo, no Busch Stadium em St. Louis
As bandas Phish e Vampire Weekend cantaram Gloria durante seu show em St. Louis, que aconteceu durante o Jogo 7

Foto: NHL.com/Reprodução

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Next Up

%d blogueiros gostam disto: