LOADING

Type to search

NHL anuncia jogadores do time da década

Análise Notícias

NHL anuncia jogadores do time da década

Share

A NHL anunciou na noite de sexta feira (24) o time da década da Liga. Os jogadores foram elegidos por um painel de General Managers da NHL, escritores do site da Liga, equipe de operações de hockey, e por jornalistas/comentaristas da NBC, Sports Net e TVA Sports. Por fim, o critério para a escolha, tanto para o primeiro quanto para o segundo time, foi baseado no desempenho que cada um dos atletas teve na última década. De campeonatos vencidos, a MVP e recordes na Liga, os jogadores do primeiro time foram os mais vitoriosos nos últimos 10 anos, somando portanto, juntos, treze Stanley Cups conquistadas. 

Os times 

O primeiro time ficou decidido como sendo o seguinte: Sidney Crosby, Patrick Kane, Alex Ovechkin, Duncan Keith, Drew Doughty e Marc-Andre Fleury. Crosby, center do Pittsburgh Penguins, e Fleury, hoje goleiros dos Vegas Golden Knights, ganharam dois campeonatos consecutivos (2016 e 2017) na última década com os Pens. Já Keith e Kane, do Chicago Blackhawks, conquistaram a taça em 2010, 2013 e 2015. 

Doughty, defensor do L.A. Kings, venceu a Stanley Cup duas vezes com o time de Los Angeles, em 2012 e 2014. E por fim, Ovechkin, forward do Washington Capitals, ajudou o time na conquista de seu primeiro campeonato na NHL, em 2018. 

Todos os jogadores escolhidos foram peças essenciais em seus times na conquista da Stanley Cup, e  grandes responsáveis por quebra de recordes na Liga. Patrick Kane, que está participando do NHL All-Star 2020, afirmou que “era uma grande honra” fazer parte da equipe.

Dez anos é muito tempo para se desenvolver como um bom jogador e esta é uma homenagem a mim mesmo e também as equipes em que joguei. Eu joguei em alguns times incríveis. Tenho muita sorte que algumas de nossas eliminatórias resultaram em cinco finais de conferência, três Stanley Cups e alguns ótimos anos. Então, sim, é definitivamente uma grande honra.

Kane, para o nhl.com

Seguidamente, a Liga também decidiu o segundo time da década, ficando, por fim, com a seguinte escalação: Evgeni Malkin (Penguins), Steve Stamkos (Tampa Bay), Erik Karlsson (Sharks), Patrice Bergeron e Zdeno Chara (Bruins) e Henrik Lundqvist (Rangers). Eles somam, em conjunto, um número menor de Stanley Cup (4), tendo Malkin ganhado dois campeonatos com os Pens, e Bergeron e Chara adquirido um cada com o Boston. Stamkos, Lundqvist e Karlsson não somam nenhuma taça, mas assim como os demais, também foram peças essenciais frente às lideranças de suas equipes para o sucesso nos últimos anos. 

Sobre as escolhas:

Ao escolher o time da década, a NHL levou em consideração não só as conquistas de campeonatos de cada um dos jogadores. Para isso, também foi importante o quanto cada um fez a diferença dentro do gelo nos últimos 10 anos. 

Crosby conquistou, na última década um total de 1.25 pontos por jogo. Desta maneira, ele é o líder entre jogadores com, no mínimo, 400 jogos disputados. Sendo um dos melhores jogadores defensivos da Liga, o canadense adquiriu, nos últimos 10 anos, 788 pontos em 630 jogos, ficando apenas atrás de Patrick Kane. Além disso, o jogador também conquistou um Hart  e Art Ross Trophy, na temporada 2013/14, e o Conn Smythe Trophy, sendo votado como MVP dos playoffs de 2016 e 2017. Conquistas merecidas por todo seu empenho nos últimos 10 anos, e por ser grande influência na conquista dos dois campeonatos consecutivos do Pittsburgh. 

Kane não fica atrás. Ele é o líder em pontos na década, e o segundo em playoff points, com 109 em 111 jogos. Por fim, o jogador, que adquiriu 1.000 pontos em sua carreira no início desta semana, conquistou um Conn Smythe Trophy em 2013, e um Hart e Art Ross Trophy na campanha 2015/16. Sem sombra de dúvidas, foi uma das melhores adições dos Hawks nos últimos tempos, Sem dúvida um dos responsáveis pelo sucesso do time na década, que venceu três vezes a Stanley Cup. 

O companheiro de time de Kane, Duncan Keith, teve o mesmo efeito na equipe. Seu talento e participação dentro do rink foram grandes responsáveis pelos três campeonatos conquistados pelo Chicago. Sua grande campanha pelo time durante a conquista das três Cups foi o suficiente para que ele levasse o Conn Smythe Trophy em 2015. 

Ovechkin foi o líder em gols da década, e o terceiro em pontos, ficando, desta forma, apenas atrás de Crosby e Kane. Mas foi a maneira que cresceu como jogador nos últimos dez anos que o tornou parte do grupo. Além do jogo ofensivo e todos os gols marcados, ele também aprendeu a defender muito mais, principalmente em 2017, quando os Caps ganharam sua primeira Stanley Cup e fizeram uma temporada espetacular. 

Doughty ficou em sétimo lugar na década entre defensores com mais pontos, tendo adquirido 439 em 772 jogos, e é o segundo com mais ice time nos últimos dez anos (20.571:15). Nos playoffs de 2012, Doughty tinha 16 pontos, e um tempo médio no gelo de 26:09. Já em 2014, acumulou 18 pontos em 28:45 de ice time nas pós temporada de 2014. As grandes campanhas do jogador foram essenciais para ajudar os Kings a conquistar dois campeonatos num intervalo de apenas dois anos. 

Fleury não só ajudou na conquista das duas Stanley Cups do Pittsburgh durante a década, como também foi grande responsável pelo sucesso dos Vegas Golden Knights na temporada 2017/18, quando o time, em sua season inaugural, foi para Stanley Cup Final. Ele foi o líder em goleiros com mais vitórias nos últimos 10 anos (322), o segundo em stars (543), e o quinto em shutouts (43), conquistas que, seguidamente,  o tornaram um dos melhores goleiros dos últimos anos na NHL. 

Foto: Reprodução/NHL.com

Tags:

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d bloggers like this: