LOADING

Type to search

Jogadores que anunciaram aposentadoria em 2019

Notícias

Jogadores que anunciaram aposentadoria em 2019

Share

Como em toda profissão, chega o dia de se aposentar e no hockey não seria diferente. Jogando desde muito novos, os jogadores dedicam suas vidas ao esporte e acabam sofrendo muitas lesões no decorrer de suas carreiras. Com isso, eles acabam se aposentando em uma idade jovem e em alguns casos passam a atuar em outras áreas do hockey. Como de costume, os jogadores usam a intertemporada para anunciar essas aposentadorias. Nós preparamos um pequeno resumo das carreiras desses jogadores.

Brooks Orpik

O defensor jogou por três temporadas no Boston College Eagles, onde foi campeão nos playoffs do Hockey East em 1999 e 2001. Em 2000, foi draftado pelo Pittsburgh Penguins e iniciou sua carreira profissional na temporada 2001-02. Jogou por duas temporadas pelo Wilkes-Barre/Scranton Penguins da AHL, antes de ir para a NHL pelos Penguins. Na temporada 2003-04 o jogador dividiu seu tempo entre a AHL e a NHL.

Posteriormente, permaneceu somente nos Penguins da NHL até virar UFA, em 2014, e assinar com o Washington Capitals. Em 2018, Orpik foi trocado para o Colorado Avalanche. O time informou que ele poderia ser trocado ou eles pagariam o tempo de contrato restante e ele viraria free agent. Por fim, o jogador virou free agent e assinou novamente com os Capitals.

No dia 25 de junho de 2019, Orpik anunciou sua aposentadoria após 19 temporadas. Brooks levantou a taça da Stanley Cup duas vezes: em 2009 com os Penguins e em 2018 com os Capitals. Foi nomeado Defensive Player of the Year em 2010 pelos Penguins. Além disso, jogou quatro vezes pela seleção dos EUA. Duas vezes foram no Ice Hockey World Champions, uma delas no sub-20, e duas vezes nas Olimpíadas de Inverno.

Matt Hendricks

O americano foi draftado em 2000 pelo Nashville Predators, quando ainda jogava pelo Blaine High School na liga USHS. Após ser draftado, ele jogou por quatro temporadas com o St. Cloud State Huskies, até enfim virar profissional na temporada 2003-04 pela liga AHL. O jogador passou por seis times na AHL: Milwaukee Admirals, Lowell Lock Monsters, Rochester Americans, Hershey Bears, Providence Bruins e Lake Erie Monsters. Após jogar com os Admirals, ele recusou um contrato com os Predators e assinou como free agent com o Florida Everblades pela liga ECHL na temporada 2004-05. Logo em seguida ele retornou a AHL.

Hendricks fez a sua estreia na NHL na temporada 2008-09 pelo Colorado Avalanche onde jogou por duas temporadas. Em 2010, ele assinou com o Washington Capitals para que pudesse jogar sob a tutela de Bruce Boudreau, o então treinador do time. Em 2013, Hendricks se tornou free agent novamente e assinou com os Predators. No ano seguinte, o jogador foi trocado para o Edmonton Oilers e permaneceu por quatro temporadas. Em 2017, como free agent, ele jogou pelo Winnipeg Jets e em seguida assinou com o Minnesota Wild. Até ser trocado e voltar para os Jets.

No dia 25 de junho de 2019, o jogador anunciou a sua aposentadoria e aceitou uma posição como player development com o Wild.

Roberto Luongo

Selecionado como quarta escolha no draft de 1997 pelo New York Islanders, o canadense fez a sua estreia em 1999. Luongo dividia seu tempo entre os Islanders e Lowell Lock Monsters da AHL. Em 2000, o jogador foi trocado para o Florida Panthers. Em sua primeira temporada com o time, jogou com os Panthers e o Louisville Panthers da AHL. Antes do início da temporada 2006-07 o jogador foi trocado para o Vancouver Canucks.

Em 2008, foi nomeado como capitão dos Canucks, se tornando o sétimo goleiro na história da NHL a assumir a posição. As regras da NHL, em geral, proíbem os goleiros de se tornarem capitães.

Em 2014, foi trocado de volta para os Panthers. Quebrando muitos recordes e conquistando prêmios, o goleiro decidiu se aposentar devido às várias lesões que sofreu no decorrer de sua carreira. Como uma forma de agradecimento, o Panthers decidiu então aposentar o número do goleiro.

Chris Butler

Butler jogava pelo Sioux City Musketeers, na liga USHL, quando foi draftado em 2005 pelo Buffalo Sabres. Porém, o jogador já tinha se comprometido com a University of Denver. Por isso, jogou durante três temporadas com o Denver Pioneers. Mesmo assim, em 2006 foi selecionado para jogar pela seleção junior dos EUA.

Sua carreira profissional começou na temporada 2008-09 com o Portland Pirates, da liga AHL, onde participou de 27 jogos, até ser convocado pelo Buffalo para jogar na NHL. Em 2010, o jogador foi trocado para o Calgary Flames.

Em 2014, o defensor assinou como free agent com o St. Louis Blues e jogava ao mesmo tempo pelo Chicago Wolves. Butler fez a dupla jornada por três temporadas. Atuou como capitão dos Wolves durante a temporada 2016-17. Na temporada seguinte o jogador passou a fazer a dupla jornada entre os Blues e o San Antonio Rampage da liga AHL. Durante suas duas temporadas com os Rampage, Butler atuou com o C na jersey.

No dia 02 de julho de 2019, o jogador anunciou a sua aposentadoria após 11 temporadas.

Matt Cullen

O americano foi escolhido no draft em 1996 pelo Mighty Ducks of Anaheim. Iniciou sua carreira profissional naquele mesmo ano na liga AHL. Seu primeiro ano como profissional foi pelo Baltimore Bandits, que posteriormente passou a se chamar Cincinnati Mighty Ducks. Durante sua temporada com o Cincinnati, o jogador foi convocado para a NHL e fez a sua estreia ainda em 1997. O center permaneceu no time até ser trocado em 2003 para o Florida Panthers, onde jogou por uma temporada. Na temporada seguinte, a NHL sofreu um bloqueio e com isso jogou na série A italiana pelo SG Cortina.

Em 2005, a NHL voltou ao normal e Cullen assinou então com o Carolina Hurricanes, ganhando pela primeira vez em sua carreira a Stanley Cup. Na temporada seguinte, o jogador se tornou UFA e assinou com o New York Rangers, onde jogou por uma temporada e logo retornou para os Canes. Durante a temporada 2009-10, o jogador foi trocado e passou o resto da temporada jogando com o Ottawa Senators. Ao final da temporada após se tornar free agent, assinou por três temporadas com o Minnesota Wild.

Em 2013, novamente como free agent, assinou com o Nashville Predators e permaneceu no time por duas temporadas. Em 2015, assinou com o Pittsburgh Penguins e ganhou por duas vezes consecutivas a Stanley Cup. Em 2017, o jogador assinou novamente com o Wild e então se tornou o jogador mais velho ativo na NHL, aos 41 anos.

Por fim, na temporada 2018-19 assinou novamente com os Penguins e, no dia 10 de julho de 2019, o jogador anunciou a sua aposentadoria após 21 temporadas.

Chris Kunitz

O canadense assinou originalmente como undrafted free agent com o Mighty Ducks of Anaheim em 2003. Na sua temporada de estreia dividia seu tempo entre os Mighty Ducks e o Cincinnati Mighty Ducks da AHL. Ao retornar do bloqueio da NHL na temporada 2004-05, jogou por um breve tempo pelo Atlanta Thrashers e logo em seguida retornou para os Mighty Ducks. Ganhou a sua primeira Stanley Cup em 2007. Porém, no meio da temporada 2008-09, o jogador foi trocado para o Pittsburgh Penguins. Naquele mesmo ano ganhou a sua segunda Stanley Cup.

Alguns anos depois, ganhou novamente a Stanley Cup com os Penguins, dessa vez foram duas vitórias consecutivas, em 2016 e 2017. Em 2017, assinou como free agent com o Tampa Bay Lightning onde permaneceu apenas por uma temporada. Em 2018, novamente como free agent, assinou com o Chicago Blackhawks.

No dia 30 de julho de 2019 o jogador anunciou a sua aposentadoria após 15 temporadas. Ele se tornou um player development para os Hawks e se juntou a equipe técnica do Rockford IceHogs, a afiliada dos Hawks na AHL.

Wade Megan

O americano foi draftado em 2009 pelo Florida Panthers. Mas o jogador já estava comprometido com a Boston University, onde jogou por quatro temporadas. Sua estreia como profissional só foi acontecer em 2012 pelo San Antonio Rampage, da AHL, onde o jogou por três temporadas. Megan dividia seu tempo também com o Cincinnati Cyclones da ECHL. Em seguida, jogou pelo Portland Pirates na temporada 2015-16.

Em 2016, o jogador enfim conquistou um contrato na NHL com o St. Louis Blues, assim fazendo dupla jornada entre os Blues e o Chicago Wolves na AHL. Em 2018, como free agent assinou com o Detroit Red Wings e jogou algumas partidas com o Grand Rapids Griffins na AHL. Em 2019, o jogador decidiu se aposentar e fundar o campo NoCo Hockey na cidade de Canton, New York, EUA.

Stephen Gionta

O americano não foi selecionado por nenhuma equipe no draft. Porém, após terminar seu tempo com a Boston College, o jogador conseguiu um contrato na AHL. O jogador assinou com o Albany River Rats, que na época era afiliado ao New Jersey Devils. Posteriormente, os Devils mudaram a sua afiliação e passou a ser o Lowell Devils, onde o jogou por quatro temporadas. Durante a temporada 2010-11, Gionta foi convocado para jogar pelos Devils na NHL. Fazendo assim dupla jornada entre a NHL e a AHL. Agora pelo Albany Devils (novo nome do Lowell).

Após 11 temporadas com os Devils e seus afiliados, o jogador virou free agent e assinou com o New York Islanders. Com o time de New York, o jogador assinou novamente para dupla jornada, dessa vez com o Bridgeport Sound Tigers. Na temporada 2017-18, jogou exclusivamente na AHL, retornando para a NHL na temporada 2018-19.

No dia 01 de agosto de 2019, o jogador anunciou a sua aposentadoria e assumiu o cargo de olheiro profissional para o Tampa Bay Lightning.

Foto: Reprodução / sportsnet.ca

Tags:

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

PortugueseEnglishFrenchSpanish
%d bloggers like this: