LOADING

Type to search

Elias Lindholm: o jogador esquecido na NHL

Curiosidades

Elias Lindholm: o jogador esquecido na NHL

Share
Elias Lindholm (CAR) e Corey Crawford (CHI)

Quando Elias Lindholm foi draftado em 2013, ele tinha marcas para voar na NHL. O Carolina Hurricanes o escolheu ainda na primeira rodada e Lindholm mostrou porque tinha sido a 5ª escolha, ao se tornar o mais jovem sueco a marcar um gol na NHL. Entretanto, depois disso, seus números deixaram chamar tanta atenção. Mas será mesmo?

Na temporada 2014-15, Lindholm esteve em 81 jogos e conseguiu o maior número de gols em sua carreira, com 17. Já na temporada 2016-17, ele fez apenas 11 gols, mas chegou a sua melhor marca na liga com 45 pontos em 72 jogos. Isso aconteceu porque Elias deu 34 assistências naquele ano.

Os Canes já jogaram 70 partidas nessa temporada. Lindholm entrou em 69 delas, ficando de fora apenas por causa de uma gripe. Nesses jogos, ele já tem 38 pontos, distribuídos em 15 gols e 23 assistências. Faltando 12 jogos na temporada regular, o sueco pode chegar no maior número de gols da sua carreira na NHL.

Quando chegou à NHL, Lindholm passou a jogar como ala direita, mas quando seu compatriota Marcus Kruger foi para Charlotte, no início de Fevereiro, o sueco passou a ter mais chances jogando no centro. Seus resultados foram tão bons que, após Jordal Staal pedir um tempo por problemas pessoais, Elias Lindholm precisou jogar no centro, e se manteve nela após o retorno do capitão.

Atuar como center não era nada novo para Lindholm. É a posição na qual o jogador se sente mais confortável e eficaz, além de ter sido por ela que Canes o escolheu em 2013.

Destaque recente

No jogo contra o Chicaco Blackhawks no dia 8 de março, no qual os Canes ganharam por 3 a 2, Lindholm participou dos três gols do time de Carolina, dando duas assistências e organizando a jogada do outro. Ele foi considerado o homem do jogo e essencial para a vitória, tudo isso jogando como center.

Esse controle de jogo fez com que a mídia começasse a prestar atenção no sueco. Ele gosta de ter uma visão de jogo mais inteligente e menos físico, e a posição central permite que ele o faça.

Talvez essa seja sua chance de mostrar porque foi a 5ª escolha do draft. Talvez Lindholm esteja finalmente se adequando aos padrões da NHL e, com as devidas oportunidades, venha a trazer resultados.

Elias Lindholm não nasceu para ser uma estrela. Seu número de gols pode não ser impressionante e ele prefere dar assistências a colocar o puck para dentro. Mas isso não significa que Elias seja um jogador esquecido, pelo contrário.

Com apenas 23 anos e, jogando na sua posição favorita, Lindholm tem de tudo para crescer e alcançar números ainda mais altos na NHL. Até porque, não só de gols se faz um jogo de hockey.

 

FotoReprodução/NHL.com

Tags:

You Might also Like

1 Comment

  1. Raisa 15 de março de 2018

    LINDÍSSIMO, FALOU TUDO!

    Responder

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d blogueiros gostam disto: