LOADING

Type to search

Principais candidatos ao Conn Smythe 2019

Notícias

Principais candidatos ao Conn Smythe 2019

Share
Candidatos ao troféu Conn Smythe de 2019

Com o Jogo 7 marcado para logo mais, os Capitals passarão o bastão, ou melhor, a Stanley Cup, para outra equipe. Enquanto os Bruins já foram campeões seis vezes, St. Louis tenta o título inédito. No entanto, essa é sua quarta aparição nas finais (a equipe de Missouri também disputou em 1968, 1969 e 1970). Quem são, então, os principais candidatos para o troféu Conn Smythe, de MVP dos playoffs?

O atual detentor do troféu é Alexander Ovechkin. Além dele, seus últimos vencedores incluem Sidney Crosby (duas vezes), Duncan Keith, Justin Williams, Patrick Kane e Jonathan Quick. Na última campanha vitoriosa de Boston, em 2011, o vencedor foi o goleiro Tim Thomas. Será que teremos outro goleiro MVP? Isso não acontece desde 2012, quando Quick venceu a Stanley Cup com o Los Angeles Kings pela primeira vez.

É importante ressaltar que um atleta da equipe perdedora só venceu o troféu em cinco ocasiões. Ou seja, o campeão é tradicionalmente votado como MVP pelos jornalistas que cobrem o último jogo das finais. Para este ano, as nossas apostas são as seguintes:

TUUKKA RASK, G, BOSTON BRUINS

O finlandês teve seu ressurgimento nessa temporada e se mostrou quase invencível nestes playoffs. O arqueiro, que sempre foi muito criticado por sua inconstância e muito culpado pelo desfecho das finais de 2013, tem feito defesas antológicas e tido atuações magistrais durante a campanha dos Bruins. Ele lidera os playoffs no quesito de menos gols sofridos, com apenas 1.93 e uma porcentagem de .938. No Jogo 6, defendeu 28 de 29 tiros ao gol, o que vai de acordo com seu desempenho espetacular fora de casa, para o qual tem uma porcentagem de .966. É definitivamente o favorito caso Boston vença.

RYAN O’REILLY, C, ST. LOUIS BLUES

Quando sua equipe mais precisou dele, o center foi, no linguajar do hóquei, clutch, ou seja, decisivo. Seus dois gols no Jogo 4 ajudaram a equipe de Missouri a igualar a série. Além disso, no Jogo 5 o canadense marcou mais dois pontos. O’Reilly é o líder dos Blues em pontos, com 21. Devido ao seu surgimento como principal arma ofensiva da equipe, com nove pontos nos últimos sete jogos, o jogador afinal surge como principal candidato de St. Louis ao prêmio de MVP.

TOREY KRUG, D, BOSTON BRUINS

O pequeno defensor de Boston lidera sua equipe em assistências, com 16, e totaliza 18 pontos na campanha. Desde Ray Bourque, com seus 25 pontos em 1991, nenhum defensor dos Bruins pontuou tanto. O americano é peça chave no esquema tático de sua equipe. Além disso, é também fundamental no power play e bateu um recorde da equipe quando marcou quatro pontos no Jogo 3 das finais.

JORDAN BINNINGTON, G, ST. LOUIS BLUES

Sensação durante a temporada, o goleiro novato dos Blues continuou forte na pós-temporada. Ainda que seus números, .911 na porcentagem de defesas e 2.52 gols contra, não sejam tão impressionantes quanto os de Rask, o arqueiro tem sido uma constância para a defesa de St. Louis. A sua melhor atuação foi, de longe, o Jogo 5, quando teve sucesso em 38 de 39 defesas. Após sua temporada surpreendente, Binnington foi indicado ao Calder, troféu que vai para o melhor novato. Sua prioridade, entretanto, é dar a St. Louis sua primeira Stanley Cup.

BRAD MARCHAND, LW, BOSTON BRUINS

Existem poucas figuras que são mais polêmicas no hóquei atual que o winger canadense dos Bruins, mas seus números não mentem. Marchand tem 23 pontos em 23 jogos e ainda especula-se que ele está jogando machucado. Ainda assim, ele já marcou dois gols nas finais da Stanley Cup e pelo menos um ponto em quatro dos últimos seis jogos.

VLADIMIR TARASENKO, RW, ST. LOUIS BLUES

O winger russo foi pivô de rumores de trocas até a trade deadline. Mesmo assim, foi aumentando sua efetividade na medida em que os Blues passavam de round. Tarasenko teve um ponto em nove dos últimos 12 jogos da equipe de Missouri, inclusive pontuando em todas as partidas da final da conferência Oeste. Com 11 gols, é o segundo em sua equipe, e nessas finais já marcou três vezes em seis jogos.

PATRICE BERGERON, C, BOSTON BRUINS

Se Marchand é divisivo, seu center é o completo oposto. Ele é querido por todos da Liga, inclusive os fãs adversários. Empatado na liderança de gols em sua equipe, com nove, o canadense já tem 17 pontos nestes playoffs. Tido como um dos melhores atacantes defensivos do hóquei, Bergeron é importante para a equipe de Boston, tanto no power play quanto no penalty kill.

JADEN SCHWARTZ, LW, ST. LOUIS BLUES

O winger foi decisivo na campanha de St. Louis até a chegada nas finais da Stanley Cup, com 16 pontos e 12 gols. Mas, desde então, conseguiu apenas duas assistências em seis jogos. Além disso, não marcou nenhum gol, o que faz com que ele esteja muito longe de vencer o prêmio. Ainda assim, foi peça importante nos outros três rounds durante o caminho percorrido pelos Blues.

O resultado será revelado depois da conclusão do Jogo 7, que começa às 21h nesta quarta-feira (12). E aí, qual é o seu palpite para o vencedor do Conn Smythe?

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d blogueiros gostam disto: