LOADING

Type to search

Amparo No Limits vence Campeonato Brasileiro de Hockey Inline Feminino 2019

Notícias Resumos

Amparo No Limits vence Campeonato Brasileiro de Hockey Inline Feminino 2019

Share
Campeonato Brasileiro de Hockey Inline Feminino 2019

No sábado (24) e domingo (25) aconteceu o Campeonato Brasileiro de Hockey Inline Feminino no ginásio da AABB em São Paulo. Ao todo, sete equipes de São Paulo, Minas e Pará competiram no final de semana.

A grande vencedora foi a equipe Amparo No Limits, da cidade de Amparo, no interior de São Paulo. Além do primeiro lugar, a jogadora do Amparo, Lea Villagra, recebeu os prêmios de MVP do campeonato, artilheira e assistente.

Equipe do interior de São Paulo é campeã no Campeonato Brasileiro de Hockey Inline Feminino

As donas da casa, equipe da AABB-SP, eram as favoritas para levantar o troféu. No entanto, acabaram ficando com a segunda colocação ao perder a final para a equipe de Amparo. Já o terceiro lugar ficou com a equipe mineira Eldorado Vipers, estreante no campeonato, com atletas jovens que chegaram com sede de vitória e muita vontade de aprender.

Equipe da casa AABB é vice-campeã no Campeonato Brasileiro de Hockey Inline Feminino

Hockey inline: uma família para suas atletas

O time do Eldorado Vipers é formado por meninas mais novas, como Ana Clara Camargo, 13 anos. A jovem atleta conta que sempre gostou de patinar, mas foi após ver o primo seguir para o hockey que ela se interessou pelo esporte. Acompanhada de sua mãe, Ana Clara começou a jogar pelos Vipers e encontrou no hockey uma segunda paixão que agora divide com o balé. “Eu sou bailarina também, [sua mãe] achou que eu não iria gostar. Mas as vezes com o hockey, a gente até desconta um pouco da raiva jogando.”

Outra jogadora do Vipers que se encontrou no esporte foi Karina Gonçalves, de 16 anos. Após perder o pai, a jogadora conta que ficou desnorteada, sempre se envolvendo em brigas. Sua tia lhe sugeriu conhecer o hockey, já que dois de seus primos já praticavam, e foi onde Karina aprendeu a controlar suas inseguranças. “Eu batia em todo mundo, xingava os técnicos, xingava todo mundo. Então tive que aprender a lidar com o povo e a sociedade.”

Equipe mineira Eldorado Vipers é a terceira colocada no campeonato brasileiro de hockey inline feminino

O hockey inline, além de trabalhar o sentimento de equipe com as jovens jogadoras, também se mostra um esporte familiar. Pais que descobriram o hockey por acaso e, hoje, assistem suas filhas seguirem os mesmos passos. É o caso de Aldemir Lopes, 53 anos, que saiu de Curitiba, no Paraná, para levar a filha Emanuela, de 17 anos, para participar do Campeonato ao lado da equipe do Amparo.

Aldemir conta que conheceu o esporte no ginásio do Clube 3 Marias, em Curitiba. Ele levava os dois filhos para aprender a patinar e resolveu praticar também, tornando o hockey inline uma paixão familiar. Seu filho Gabriel, irmão de Emanuela, é goleiro pelo 3 Marias. “Atrás deles vieram os primos, meu sobrinho e minha sobrinha, então era assim é a família toda ‘pra’ jogar hockey praticamente e estamos até hoje lá no Clube 3 Marias em Curitiba”, relata Aldemir sobre sua relação com o esporte.

Equipe do Pará estreia no Campeonato Brasileiro

A equipe paraense venceu apenas uma partida na competição, mas volta para casa feliz e ansiosa para participar novamente no próximo ano

Apesar de não ser o único time estreante, a grande novidade do campeonato foi o time Belém Búfalos. Quatro atletas, juntamente com seu treinador Mario Ferreira, saíram do norte do país para participar do Campeonato Brasileiro e conhecer outras jogadoras. Infelizmente, o time venceu apenas um jogo na competição, mas foi o suficiente para partirem ansiosas pelo ano seguinte.

Mario conta que neste ano começaram a se planejar apenas em março para viajarem para São Paulo. Com o curto tempo e a longa distância, não foi possível trazer todas as atletas, mas, para o próximo ano, desejam estar com o time completo. “A ideia é que a gente consiga vir com todas, então como a gente vai ter mais de um ano para se programar, acredito que dê certo”.  

Foto: Júlia Guedes

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d blogueiros gostam disto: