LOADING

Type to search

A conquista da Stanley Cup pelo Boston Bruins

10 for 10

A conquista da Stanley Cup pelo Boston Bruins

Share
Bruins conquista a Stanley Cup em 2011

Quinze de junho de 2011. Para nós, talvez, apenas mais um dia qualquer no calendário. Para os Bruins, o dia marcava o direito do time de, após 39 anos de espera, finalmente poder dizer “campeões”. A partir daqui, o Boston se estabelecia, por fim, como um dos melhores times da NHL. E dessa forma, iniciava o que seria uma década repleta de vitórias e quebra de recordes. 

Portanto, dando início aos eventos importantes do ano de 2011, neste novo texto do especial da década o NHeLas aborda a jornada dos Bruins até a conquista do campeonato naquele ano.

O caminho até os playoffs

O Boston começa a modificar o seu time visando a Stanley Cup na off season antes da temporada 2010/11. Para isso, eles começam os trabalhos no próprio Draft de 2010, que aconteceu em Los Angeles. Assim, tendo um 2nd round pick overall, o time selecionou Tyler Seguin, com apenas 18 anos, para reforçar a equipe na nova temporada que chegava. 

Portanto, com as escolhas no Draft, somadas a trades e ajustes feitos na off-season, os Bruins iniciam a temporada 2010/11 com o pé direito. O primeiro jogo do time é disputado em Praga, República Tcheca, contra os Phoenix Coyotes (hoje, Arizona Coyotes). Com uma vitória por 5 a 2, o time de Boston inicia a season mostrando exatamente ao que veio. 

A equipe iniciou a temporada muito bem. No entanto, ainda assim se viu disputando o primeiro lugar da northeast division com o Montreal Canadiens. Foi apenas ao fim de Dezembro que o time, finalmente, conquista a liderança da Divisão. Por isso, no final do ano, com 45 pontos, a equipe ocupava o grupo dos 16 times prováveis a irem aos playoffs.

Seguidamente, o resto da temporada não é diferente. Tendo formado um dos times mais ofensivos da Liga, os Bruins continuariam a conquistar grandes sequências de vitórias nos meses que se seguiram. Mesmo com alguns streaks de derrotas, o time ainda permanecia em altas posições nos standings da Liga. Estas, por fim, que indicavam que o passe para a pós temporada estava cada vez mais perto.

No entanto, é apenas em 27 de março a equipe de Massachusetts finalmente garante sua passagem de ida aos playoffs. Finalizando a temporada ainda como líderes da divisão, o time também ficou em terceiro lugar na Eastern Conference. Desta forma, com 103 pontos, os Bruins terminaram a season  na sétima posição no overall da Liga e com grande chances de chegar às finais da Stanley Cup.

Os playoffs

Era a quarta aparição consecutiva que os Bruins faziam nos playoffs da Stanley Cup. Portanto, após tantos anos de espera, o time entra na disputa com sede de vitória. O primeiro desafio da equipe foi o Montreal Canadiens. Sendo arquirrivais, este talvez tenha sido um dos rounds mais intensos dos Bruins na pós temporada

A série começou desastrosa para os Bruins, que perderam os dois primeiros jogos em casa. No entanto, o time volta a vencer os próximos três jogos, sendo dois destes na casa do Montreal e um no TD Garden. Desta forma, até o jogo 5, os Bruins lideravam a série com 3 vitórias. Porém, a vitória dos Canadiens na sexta partida faz com que o round vá para um jogo 7. Após uma partida exaustiva, a equipe de Boston vence no overtime e, finalmente, se classifica para a segunda etapa da competição. 

Se o primeiro round havia sido intenso, a segunda etapa dos playoffs foi o contrário. O adversário dos Bruins eram os Flyers, e as equipes disputaram o primeiro jogo da série na casa do Philadelphia. Sem maiores dificuldades, os Bruins vencem o primeiro jogo por 7 a 3. 

No entanto, os Flyers vem para o segundo confronto completamente diferentes. A partida acaba em empate no tempo regular e, portanto, vai para o overtime. Após 14 minutos de prorrogação, o Boston conquista mais uma vitória na série que acaba colocando o time em vantagem. São necessários mais dois jogos para que os Bruins eliminem os Flyers da competição. Desta forma, a equipe se classifica para a Conferência Final, onde enfrenta o Tampa Bay Lightning. 

No primeiro jogo da Conferência Final, o Boston tem um fator importante ao seu favor: home ice. Todavia, não é o suficiente para o time da casa adquirir uma vitória. Porém, no jogo 2, ainda em casa, os Bruins viram a partida e vencem o Tampa por 6 a 5. Após a vitória no jogo 3, o Boston volta a perder dois dos três jogos seguintes.

Por fim, as equipes terminam o jogo 6 com a série empatada, avançando-a para mais uma partida. Mas apesar dos esforços do Lightning, os Bruins levam a vitória do jogo 7 com apenas um gol. Portanto, após 21 anos, o time de Massachussets volta a se classificar para a final e vê a Stanley Cup cada vez mais perto. 

O último round da competição é disputado contra o Vancouver Canucks, que finalizou a temporada regular com o Presidents Trophy. E são eles quem vencem os dois primeiros jogos e, assim, garantem grande vantagem sobre o Boston. No entanto, os Bruins se recuperam e voltam a vencer os próximos dois jogos, ambos disputados no TD Garden. Entretanto, quando os Canucks vencem o jogo 5 e o Boston volta a conquistar mais uma vitória no jogo 6, a série se vê empatada. Por isso, acabou se tornando necessário um jogo 7. 

Boston Bruins campeão

O último jogo da Stanley Cup Finals é disputado em Vancouver, na Rogers Arena, em 15 de junho de 2011. O que aparentava ser um jogo complicado para os Bruins, acabou por fim tendo o final que o time visitante esperava. Patrice Bergeron marca o primeiro do Boston ainda no primeiro tempo. E partir daí, as coisas só melhoram. 

Por fim, após 3 períodos, quatro gols, e 39 anos de espera, os Bruins vencem a partida e se tornam os campeões da Stanley Cup. O time acaba levantando a taça na casa dos Canucks, se tornando a sexta Stanley Cup conquistada pela equipe em toda a sua história na NHL.

Os Bruins também se tornam o primeiro time que disputa o jogo 7 fora de casa e adquire um shutout. Por sua performance estelar nos playoffs, é o próprio goleiro dos Bruins, Tim Thomas, quem fatura o Conn Smythe Trophy, sendo o MVP da pós temporada. 

Os destaques nos playoffs vão para David Krejci, que foi líder da Liga em pontos na pós temporada (23). O jogador também foi líder em gols, marcando, desta forma, 12 em todos os 4 rounds da competição. Atrás dele, do roster dos Bruins, fica Brad Marchand, com 11 gols. 

A comemoração

Por fim, após a entrega do troféu, o Boston finalmente traz a Stanley Cup para casa três dias depois do jogo 7, comemorando a conquista em uma Parade nas ruas de Boston. O time percorre cerca de 3 km, acompanhados de uma multidão de cerca de um milhão de pessoas entusiasmadas com a volta de uma taça para a cidade, que não ocorre desde 2007, quando o Boston Red Sox conquista a World Series.

Ao longo da década, os Bruins não venceriam mais nenhuma taça, chegando nas finais apenas mais duas vezes. Mas o que o Boston deixa para a Liga nos últimos 10 anos é um legado. De jogadores, recordes e conqusitas. Um grande legado de um time que vem se reconstruindo a cada temporada com um único intuito: trazer a taça de volta para a casa. 

Portanto, aos fãs, resta esperar e torcer para assistir de perto outra vez a história se repetir este ano. 

Tags:

You Might also Like

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d blogueiros gostam disto: